ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE ELEVADORES

Home / Assistência Técnica

Assistência Técnica

A Potencial Elevadores tem competência e autoridade conforme o Contru para realizar qualquer serviço de manutenção de elevadores. Uma manutenção feita corretamente dura em media 1:30 por elevador. Nesse tempo estimado checamos todos os itens de segurança, realizamos testes andar por andar, lubrificamos o equipamento, diminuindo o atrito das guias e a cabina do elevador, suavizando a viagem e aumentando o tempo de vida útil das peças, apontando assim possíveis falhas e as corrigindo com antecedência.

O Elevador funciona com o mesmo princípio de um carro porém, se locomove no eixo vertical. Deve-se trocar o óleo conforme o uso, respeitando sua data de validade.

Muitos se questionam quando deve-se trocar uma peça e o valor a ser gasto. Para justificar tanto estes valores como o período útil de peças e engrenagens vamos fazer uma simulação:

Vamos imaginar um elevador único de prédio residencial de 12 andares com 4 apartamentos por andar, e cada apartamento com 4 moradores. Se cada pessoa por apartamento andar 4 vezes no elevador por dia, são 16 viagens subindo / descendo por apartamento, fazendo por andar 64 viagens. São 768 viagens por dia, 5.376 viagens por semana, 21.504 viagens por mês.

Se fizer o cálculo de 4 metros por andar, são 48 metros totais, sem contar a casa de maquinas. Se o estacionamento fixo do elevador for no pavimento térreo, o elevador ao dia terá percorrido 21,76 km na semana, 87,04 km ao mês. Com todos esses números, você consegue rodar com seu carro 348,16km por mês em fluxo continuo, sem abastecer ou trocar o óleo ou peças, tendo que considerar o ano de fabricação de seu veiculo. Por isso devemos ter uma boa manutenção e sempre estar modernizando, corrigindo falhas de peça que o desgaste físico proporciona, prevenindo assim a paralização total do elevador, causando transtornos para moradores do condomínio.

A Potencial Elevadores preza pela segurança e pela comodidade de nossos clientes. Sempre atenta as suas necessidades, dando suporte rápido através de nossas bases móveis, distribuídas em SP e ABCD, podendo assim estimar um tempo máximo de 20 minutos para atender chamados de passageiros presos e 40 minutos para chamadas convencionais de acordo com o trânsito local e disponibilidade.